TERCEIRIZAÇÃO POR MEIO DO SISTEMA DE FRANCHISING

A mudança iminente nas relações trabalhistas deve aumentar significativamente o número de empresas no Brasil (sobretudo MEIs e microempresas) e diminuir o número de desempregados. Isso gera uma boa expectativa para as microfranquias, modalidade de negócios que requer investimentos de até R$ 90 mil e que aprimoramos no Brasil a partir de 2008 com o apoio do BID/Banco Mundial!
Muitos projetos de franquias público-sociais, como agências de correios e casas lotéricas, sujeitos à Lei 8666/93, que começaram a ser estruturados a partir do novo projeto de Lei das Franquias lançado em 1998 e que foram interrompidos a partir de 2003, devem ser retomados. Na época, o foco em discussão era terceirizar somente a atividade-meio. A terceirização irrestrita, uma vez sancionada pela Presidência da República, demanda liberdade com responsabilidade. Em breve, diversos projetos antigos que desenvolvemos na época deverão ser desengavetados e ampliados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *